Projeto devolve 470 mil ao Supersimples

A renúncia fiscal do governo federal, que atingiu R$ 284 bilhões em 2017, irá aumentar ainda mais neste ano, se virar lei projeto que permite o reingresso de cerca de 470 mil microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas ao regime fiscal reduzido do Supersimples.

Com uma bancada que reúne 305 deputados e 33 senadores, a Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa é uma das maiores do Congresso, o que torna praticamente certa a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 500/18, de autoria do deputado Jorginho Mello (PR-SC), por unanimidade ou com poucos votos contra e abstenções.

Escritório contábil apoia projeto de formação profissional de jovens em situação de vulnerabilidade social

Entre as várias atividades de cunho social desenvolvidas pela empresa Jaguar Contabilidade, tradicional escritório contábil de Jaguariaíva, município da região centro-leste do Paraná com cerca de 35 mil habitantes, uma das mais recentes é a apresentação de palestras profissionalizantes para jovens em situação de vulnerabilidade social que participam do Projeto Pescar.

O projeto nasceu a partir da indignação de um empresário gaúcho, Geraldo Linck, ao testemunhar, na região central de Porto Alegre, em meados dos anos 1970, um violento assalto a um idoso por um grupo de três adolescentes. Ao invés de lamentar ou colocar a culpa no governo, o empresário convidou um pequeno grupo de jovens moradores de uma comunidade carente próxima a sua empresa, a Linck S.A, na capital gaúcha, para participar de um curso de auxiliar de mecânica, atividade relacionada ao seu ramo de atuação – comércio de equipamentos rodoviários e industriais.

Empresas relatam dificuldades em relação ao eSocial

A Fenacon e o CFC levaram a uma reunião com a Receita Federal relatos sobre dificuldades das empresas brasileiras diante das demandas do eSocial.

Um dos diretores da Fenacon, Helio Donin Jr. e uma das vice-presidentes do CFC, Sandra Maria Batista, destacaram que o uso da plataforma que se tornou obrigatória para os negócios com faturamento anual inferior a R$ 78 milhões, ainda não pode ser utilizada em sua totalidade, porque grande parte dessas empresas ainda não está adequada para ingressar no sistema. A Receita ficou de apresentar um posicionamento a respeito

Domínio Sistemas patrocinará 26º Jocopar

Novamente a Domínio da Thomson Reuters patrocinará o Jocopar. Desta vez a 26ª edição que acontecerá de 15 a 18 de novembro em Umuarama. A empresa é a maior apoiadora do Jocopar por estar continuamente contribuindo financeiramente com a organização há mais de 10 anos. A Domínio tem colaborado adquirindo sempre uma das cotas mais altas disponíveis para empresas patrocinadoras.

Para o presidente da Fecopar a parceria com a Domínio tem colaborado para o sucesso dos jogos. “Para nós é gratificante contar com o apoio todos os anos, para realização do Jocopar, de uma empresa do porte e com a credibilidade da Domínio. É a empresa que mais tem colaborado nos últimos anos. Acima de tudo a Domínio tem nos apoiado e incentivado a proporcionar momentos de descontração e união entre profissionais da contabilidade, por isso valorizamos esta antiga parceria”, ressalta o presidente da Fecopar, Divanzir Chiminacio.

Fenacon informa sobre multas da GFIP

Tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei (PL) 7512/2014, que visa anular os débitos tributários por atraso na entrega da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (GFIP).

Caso a proposta seja aprovada, serão extintas as multas por atraso na entrega da GFIP do período de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2013. No entanto, lembra o diretor político-parlamentar da Fenacon, Valdir Pietrobon, a proposta ainda está em discussão na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara e também precisa ser aprovada pelo Senado Federal.