CRCPR apoiará ACCPR na promoção do concurso de trabalhos acadêmicos “Conhecimento Nota Dez”

Por meio da portaria CRCPR nº 054/2018, de 1º de agosto, o presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), Marcos Rigoni, instituiu uma comissão para dar suporte à Academia de Ciências Contábeis do Paraná (ACCPR) na realização do concurso “Conhecimento Nota Dez”. A premiação tem por objtivo laurear os três melhores trabalhos apresentados por alunos de cursos de Ciências Contábeis de instituições de ensino superior (IES) paranaenses. A comissão será responsável pela elaboração do regulamento e planejamento das demais ações envolvidas na divulgação do concurso, captação dos trabalhos. realizando a interface entre a ACCPR e as IESs.

“Por enquanto esté definido que o reconhecimento aos três trabalhos mais bem avaliados se chamará “Prêmio Professor Oriovaldo João Busarello”, informou a presidente da ACCPR, Nilva Amalia Pasetto. “Conforme a comissão for avancando nos trabalhos, divulgaremos maiores detalhes”, acrescentou.

Sistema unificado de cálculos trabalhistas preocupa peritos

O Sistema Unificado de Cálculos Trabalhistas da Justiça do Trabalho (PJe-Calc) começa a preocupar peritos e entidades da sociedade civil como SESCAP-PR, OABPR, CRA-PR, APEPAR, CORECON, CRCPR entre outros. A falta de comunicação sobre o novo sistema é o principal problema apontado pelos profissionais.

Em uma reunião no dia 3 de agosto, no SESCAP-PR ficou definido com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 9ª Região que haverá maior participação dos peritos nos ajustes da plataforma PJe-Calc, antes que seu uso se torne obrigatório. “A introdução abrupta desse sistema, embora em caráter experimental, sem uma discussão maior com os peritos nos preocupou”, disse Evandro Pierini, diretor-Secretário Geral do SESCAP-PR, que convocou a reunião para ampliar o debate com a justiça do trabalho.

MPEs do Brasil são as que mais pagam impostos no mundo

Um novo estudo econômico trouxe como resultado algo que os empresários brasileiros já sentem no bolso: quanto menor a empresa, no Brasil, mais imposto é pago proporcionalmente. A pesquisa “Um problema tributário: o impacto do imposto sobre as pequenas empresas” foi feita pela Sage, multinacional britânica de softwares de gestão, em parceria com a Plume Consulting, com participação de três mil empresas em 11 países – Brasil, Inglaterra, Estados Unidos, África do Sul, França, Irlanda, Austrália, Cadaná, Singapura, Espanha e Alemanha.

De acordo com o relatório, microempresas, com até cinco funcionários, pagam cerca de 65% de seu faturamento em impostos. As pequenas (cinco a 19 funcionários) pagam 42%, e as médias (20 a 199), 30%. Entre os 11 países analisados, as microempresas do Brasil são as mais oneradas – e são 10 pontos porcentuais a mais do que as da Espanha, segunda colocada.

Temer sanciona lei que institui tabela de fretes no país

O presidente Michel Temer sancionou a lei que institui valores mínimos de fretes rodoviários praticados no Brasil, de acordo com publicação no Diário Oficial da União desta quinta-feira (9).

O tabelamento de fretes foi uma das medidas adotadas pelo governo após a paralisação dos caminhoneiros, em maio, que afetou diversos setores da economia nacional e provocaram desabastecimento país afora.

Tomam posse os membros do primeiro Conselho de Contribuintes de Maringá

Em cerimônia na Sala de Reuniões da Prefeitura de Maringá, tomaram posse na tarde da última segunda-feira, dia 6, os 13 integrantes do primeiro Conselho Municipal de Contribuintes de Maringá (CMCM).

O conselho é composto por sete membros titulares – sendo um deles o seu presidente – e seis suplentes, com representantes do Poder Executivo Municipal e representantes dos contribuintes indicados pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), Sindicato dos Contabilistas de Maringá (Sincontabil) e pela Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Maringá (OAB-PR).