Evento no dia 5 de julho, no CRCPR, marcará integração da Prefeitura de Curitiba ao Empresa Fácil Paraná

Depois de um longo processo de adaptação dos sistemas que envolvem abertura, alteração e encerramento de empresas, a capital paranaense finalmente concluirá a integração ao sistema da Jucepar.

O vice-presidente de Relações Sociais do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), Narciso Doro Junior, representou o presidente Marcos Rigoni em reunião realizada na tarde de sexta-feira (8), na sede da Junta Comercial do Paraná (Jucepar), a respeito da continuidade da integração da Prefeitura Municipal de Curitiba (PMC) ao Empresa Fácil Paraná.

O vice-presidente e a secretária geral da Jucepar, Valdir Pietrobon e Libertad Bogus, anunciaram que a PMC está em vias de, finalmente, concluir a tão aguardada integração do sistema de emissão de CNPJ. Ficou acordado que no dia 5 de julho, às 14h30, haverá um evento no auditório do CRCPR para anunciar oficialmente essa integração. Haverá uma apresentação conjunta envolvendo a prefeitura, a Jucepar e a Receita Federal, para explicar o funcionamento aos participantes. Os detalhes do evento estão sendo alinhavados pela equipe da Secretaria Municipal de Urbanismo.

A Jucepar realizará ainda uma nova apresentação da Academia Empresa Fácil para contadores, no dia 17 de julho, também no auditório do CRCPR. Em breve será divulgada a programação dos eventos e os links para inscrições.

Além dos participantes já mencionados, estiveram presentes à reunião de sexta-feira o vice-presidente e a coordenadora de eventos do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná (Sescap-PR), Gilson Strechar e Sileide Alves de Oliveira; Gilson Luís da Silva, diretor da Federação dos Contabilistas do Paraná (Fecopar); Dirceu Tadeu Vaz e Juarez Dalagrana, vice-presidente e diretor de cursos e palestras do Sindicado dos Contabilistas de Curitiba e Região (Sicontiba); e Dolores Locatelli, empresária e vogal da Jucepar.

Fonte: CRCPR