Campanha Legal 2017 visa ampliar arrecadação

Sete entidades de Toledo contam com os recursos da Campanha Legal 2017. O objetivo da ação é beneficiar as instituições que atendem crianças e adolescentes e visam deixa-los mais longe dos perigos da vulnerabilidade social. Ações de divulgação e conscientização visam ampliar as arrecadações.

Painéis eletrônicos publicitários, outdoors, placas e folders informativos intensificaram as ações de divulgação deste ano. A ideia é envolver os contadores, contabilistas e comunidade. Segundo o coordenador da Campanha Legal 2017 Lineu Wutzke, estão sendo feitas diversas reuniões para sensibilizar os envolvidos.

“Em cada encontro é possível levantar informações do andamento da Campanha. Também buscamos melhorias e novas alternativas para conscientizar os contribuintes”, enfatiza o coordenador.

Wutzke acrescenta que foi elaborado um folder com uma prestação de contas da campanha. O material contém um resumo de como cada entidade aplicou os recursos. “O objetivo é fazer com que os contadores e contabilistas apresentem esse material aos contribuintes e assim reforcem a integridade da iniciativa”.

PARCERIAS

A Campanha Legal é promovida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e tem o apoio da prefeitura, Associação dos Contabilistas de Toledo, Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná (Sescap-PR), Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Acit, Associação Toledana de Imprensa (ATI), Sicoob Oeste e Uniprime.

BENEFICIADAS

A contribuição será repassada para as entidades Lions Ledi Maas, Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (Apada), Casa de Maria, Ação Social São Vicente de Paulo, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Centro Social e Educacional Aldeia Infantil Betesda e o Centro Comunitário e Social Dorcas.

CONTRIBUIÇÃO

O prazo para contribuir vai até o dia 28 de dezembro. Os interessados em realizar a doação devem procurar um profissional da área contábil para ter mais orientações. O contribuinte não irá pagar mais por essa boa ação, basta procurar um contador e fazer a antecipação.

Fonte: Jornal do Oeste