Já fez seu e-CPF? Esteja preparado!

Nesse ano de 2019 a maioria das Juntas Comerciais aceleraram a adaptação dos seus processos internos para o meio digital. Agora para realizar abertura, alteração ou fechamento de empresas os representantes legais precisam utilizar um e-CPF, padrão ICP-Brasil, para assinar digitalmente os documentos. Os estados que já aderiram a essas práticas são: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

A tendência é que logo as Juntas Comerciais de todo o território brasileiro adotem esse modelo de processo digital. Isso significa um aumento considerável na procura por Certificado Digital e-CPF modelo A3 e A1. É importante que todos estejam preparados para atender a essa mudança no mercado, além de acompanhar as regras nos processos de cada Junta Comercial, que variam conforme o seu estado.

Atenção Paranaenses!

Fonte: Celepar

Palavras do Presidente…

“O escoamento de carga por trens até os portos do Paraná cresceu 15% nos quatro primeiros meses do ano comparado ao mesmo período de 2018. Entre janeiro e abril, 61 mil vagões movimentaram 3,2 milhões de toneladas, informou a administração dos Portos do Paraná, e isso vem o ocorrendo cada vez mais em outras regiões. – Entre janeiro e abril de 2018, o volume de carga transportada por cabotagem foi de 750.829 toneladas. Neste ano, foram 797.348 toneladas. – Trabalhamos constantemente para que os custos logísticos dos operadores portuários sejam reduzidos e consideramos saudável o uso de modais alternativos com impacto direto nos custos logísticos e no fluxo. Um vagão tem capacidade para transportar cerca de 45 toneladas de produtos, cinco toneladas a mais do que um caminhão. Para carregar um navio de grãos, são necessários, em média, 1.500 vagões, ou 1.800 caminhões. Trabalhamos por todas as vias para facilitar a vida dos brasileiros. – Não esqueçamos que precisamos do Congresso para que possamos definitivamente decolar economicamente e realizar as tão necessárias transformações econômicas que o Brasil precisa”.

Fonte: Instagram do Presidente da República Jair Bolsonaro

Satre Marino de Brito é reeleito para o biênio 2019/2020

Manter e ampliar as parcerias com empresas e entidades é uma das metas do Sincouma

Tomou posse 3/5 a diretoria reeleita do sindicato dos contabilistas de Umuarama- SINCOUMA. 
O contador, Satre Marino de Brito, assume o segundo mandato, para o biênio 2019/2020.


Entre as metas da diretoria destacam-se:

1 – Manter e Ampliar as parcerias com empresas e entidades;

2 – Montar rede de contato para o aumento de número de filiados;

3 – Realização de Cursos e Palestras, desenvolvimento profissional dos contabilistas  e estudante,  (individual ou em parcerias);

4 – Fazer Convênio que gera benefícios aos associados, com empresas públicas e privadas(como faculdades, clínicas, farmácias, plano de saúde, seguros e outros);

5 – Estar em contato e buscar um bom relacionamento com os órgãos: Municipal, Estadual e Federal.

Diretoria Executiva, do Conselho Consultivo e do Conselho Fiscal para o biênio 2019/2020

COMPOSIÇÃOMEMBROS
1PresidenteSatre Marino de Brito
21º Vice-presidenteAnselmo Luiz Pedrângelo
32º Vice-presidenteJoão Henrique Camargo
4Secretário GeralShirley Hilda dos Santos
51º SecretárioRossimar dos Passos
62º SecretárioEdeval Rodrigues de Oliveira
7Tesoureiro GeralRoberto Aparecido Santos
81º TesoureiroOlavo Vignoto
92º TesoureiroIvo de Lima Januário
10Diretor de Relações Públicas e PublicidadeCarlos Bueno de Morais
11Diretor CulturalHélio de Souza Camargo
12Diretor de PatrimônioJean Corradini
13Diretor Social e RecreativoSérgio Haber
14Diretor de Cursos e PalestrasVanderlei Aparecido Marchi
151º Suplente Adeildo Pedro dos Santos
162º Suplente Rosana Struckel Santos
173º SuplenteMarcos Ênio Rodrigues
184º Suplente Gervaldo Rodrigues Campos
195º SuplenteJaber Felipe Bialetzki
201º Membro Efetivo Conselho FiscalEdson Assamu Kumagai
212º Membro Efetivo Conselho FiscalDirceu Beduschi
223º Membro Efetivo Conselho FiscalQuirino de Sousa Martins
231º Membro Suplente Conselho FiscalLuiz Carlos da Silva
242º Membro Suplente Conselho FiscalJosé Pedro da Silva
253º Membro Suplente Conselho FiscalRubens Antônio Struckel
261º Membro Conselho ConsultivoMinoru Kozima
272º Membro Conselho ConsultivoLauro Antunes de Oliveira
283º Membro Conselho ConsultivoGefferson dos Santos Abreu
294º Membro Conselho ConsultivoJoão Batista de Oliveira

Fonte: Fecopar

Programa Herdeiros do Campo

O programa Herdeiros do Campo, criado e desenvolvido pelo SENAR-PR, ajuda as famílias de agropecuaristas a planejar o processo de sucessão da propriedade e do próprio negócio. Confira o vídeo com depoimentos de produtores e familiares que já participaram da capacitação.

CFC e Ibracon realizam reunião com o presidente da Federação Internacional de Contadores

O presidente da Federação Internacional de Contadores, In-Ki Joo, na abertura do fórum

O presidente da Federação Internacional de Contadores (Ifac, na sigla em inglês), o sul-coreano In-Ki Joo, participou de reunião, no dia 21 de maio, com representantes do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), durante a realização da 10ª Conferência CReCER – Contabilidade e Auditoria para o Crescimento Econômico Regional, em San José, Costa Rica.

Idésio Coelho, vice-presidente Técnico do CFC, e Francisco Antonio Maldonado Sant’Anna, presidente da Diretoria Nacional do Ibracon, apresentaram ao presidente da Ifac atualizações sobre alguns projetos atualmente em desenvolvimento no Brasil, envolvendo vários aspectos da contabilidade e auditoria.

“Abordei o trabalho que vem sendo feito pela Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia do CFC e solicitei o apoio da Ifac para uma pesquisa que estamos realizando neste grupo”, afirma Idésio Coelho.

Outros assuntos tratados na reunião, segundo Idésio Coelho, foram o novo Código de Ética do International Ethics Standards Board for Accountants (IESBA) – comitê de emissão de normas éticas mantido pela Ifac –, e a visita de Andreas Bergmann, membro e presidente do Conselho Emissor de Normas Internacionais de Contabilidade para o Setor Público (Ipsasb, na sigla em inglês) de 2006 a 2016, ao CFC, no dia 24 de abril. Ainda, o vice-presidente falou sobre a criação de um grupo de estudos, pelo CFC, para formular contribuições técnicas sobre a reforma tributária.

Já o presidente do Ibracon, Francisco Sant’Anna, abordou temas relacionados à auditoria; apresentou a 9ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente, a ser realizada pelo Ibracon nos dias 10 e 11 de junho; e comentou a respeito do Comitê de Políticas Públicas, do qual fazem parte o CFC, o Ibracon e a Fenacon.

Durante a reunião, segundo Idésio Coelho, o presidente da Ifac confirmou presença em dois eventos importantes para a classe contábil brasileira e latino-americana – o XII Encontro Nacional da Mulher Contabilista, a ser realizado de 11 a 13 de setembro, em Porto de Galinhas-PE, e a XXXIII Conferência Interamericana de Contabilidade, prevista para os dias 20 a 22 de outubro, em Cartagena-Colômbia.

“O presidente da Ifac elogiou a posição do CFC em relação à integração das entidades contábeis da América Latina e manifestou a disposição da Federação Internacional em contribuir também com a Associação Interamericana de Contabilidade, visando ao aumento da qualidade da auditoria e da contabilidade nos países latino-americanos”, destaca o vice-presidente.

Standard Setters Forum

Membro do Conselho de Administração da Ifac, Idésio Coelho está participando, nesta quinta-feira (23), do fórum Auditoria, Ética e Gerenciamento da Qualidade, realizado pela Ifac com dois dos Conselhos Independentes Emissores de Normas mantidos pela Federação – International Auditing and Assurance Standards Board (IAASB) e International Ethics Standards Board for Accountants (IESBA).

O fórum está acontecendo em San Jose, Costa Rica, onde ocorreu, nos dias 21 e 22 de maio, a 10ª Conferência CReCER – Contabilidade e Auditoria para o Crescimento Econômico Regional.

Fonte: Conselho Federal de Contabilidade

Inadimplência de micro e pequenas empresas no Brasil bate recorde histórico

O número de micro e pequenas empresas inadimplentes no Brasil chegou a 5,3 milhões em março, maior nível desde o início da série histórica iniciada em 2016 pela empresa de análise de informações de crédito Serasa Experian.

De acordo com o levantamento, o setor de serviços foi o que viu mais empresas se tornando inadimplentes em março, com um alta de 11,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. A indústria e o comércio vieram na sequência, com aumentos de 3,2% e 2,8%, respectivamente.

A região Norte teve a maior alta na inadimplência de micro e pequenas empresas em março na comparação anual, de 8,2%. No Sudeste, os calotes do segmento subiram 7,8%, seguido pelo Centro-Oeste com aumento de 7,5%, Sul (+6,9%) e Nordeste (+3,4%).

“O fraco desempenho da atividade econômica durante o primeiro trimestre acabou por não favorecer a ampliação da geração de caixa das empresas. Este fator e a alta da inflação foram os responsáveis pelo aumento do número de micro e pequenas empresas com dívidas atrasadas e negativadas”, afirmou a Serasa Experian em comunicado à imprensa.

O mês de março também foi de quebra de recordes no número de empresas de todos os portes inadimplentes, 5,7 milhões, segundo a Serasa Experian. O número representa um aumento de 4,5% na comparação anual.

As micro e pequenas empresas representaram 95% do total das empresas com dívidas em atraso no país.

Fonte: G1

Curso “Liderança Rural” já está disponível aos sindicatos rurais

Os sindicatos rurais de todo o Paraná já podem formar turmas para receber o curso Liderança Rural, disponibilizado pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae-PR). A iniciativa faz parte das estratégias do Programa de Sustentabilidade Sindical, desenvolvido pela Federação desde o início de 2018 e tem como objetivo potencializar a capacidade transformadora dos líderes do setor e fomentar o surgimento de novos protagonistas do campo.

Na segunda quinzena de maio, o presidente da FAEP, Ágide Meneguette, enviou um ofício a todos os sindicatos rurais, informando que o curso Liderança Rural já está disponível. Para receber o curso, cada sindicato deve mobilizar seus associados e produtores de sua área de abrangência e formar turmas de 20 a 25 pessoas. Os módulos poderão ser realizados de julho a novembro deste ano.

“Esse curso foi apresentado no 1º Encontro Regional de Líderes Rurais. Agora, damos sequência à nossa estratégia de fortalecer o sistema sindical, por meio da formação de novas lideranças. Já tivemos uma turma-piloto e os resultados obtidos foram muito bons. Neste mundo em plena transformação, quem não se atualiza, fica para trás. E, mais uma vez, o Sistema FAEP/SENAR-PR sai na frente”, diz Meneguette.

Curso

O curso Liderança Rural foi desenvolvido pelo Sebrae-PR especificamente para o produtor rural, a partir de demandas e parâmetros solicitados pela FAEP. Em decorrência disso, chegou-se a uma capacitação em dois módulos, que totalizam 24 horas, dividas ao longo de três dias de atividades. Um dos responsáveis pelo treinamento, o consultor Celso Garcia, do Sebrae-PR, revela que o foco da capacitação é dar instrumentos aos participantes para que possam refletir sobre o próprio papel e, a partir disso, exercer papel de liderança.

“O programa foi desenvolvido de forma muito dinâmica, com foco central no comportamento humano. A gente quer criar condições para que as pessoas se percebam e que possam, com isso, promover mudanças estratégicas no seu jeito de ser e, por consequência, se tornarem líderes mais efetivos”, aponta.

Fonte: Sistema Faep

Reuniões no PR sobre regulação, troca de informações e melhoria contínua

A quarta-feira (22) foi de visitas institucionais do Sindag no Paraná, onde o secretário executivo sindicato, Júnior Oliveira, esteve com representantes de órgãos que atuam na regulação e fiscalização da atividade aeroagrícola no Estado, além do fomento no agronegócio e legisladores. A pauta dos encontros abordou a atualização e troca de informações entre as instituições e preparação de ações em conjunto de esclarecimento e aprimoramento do setor. Oliveira ainda falou sobre as ações de melhoria contínua do Sindag, como o projeto Aviação Agrícola 100% Legal, o incremento do Sindag na Estrada e outras.

Oliveira teve reuniões na Superintendência Federal de Agricultura do Paraná (SFA/PR) com o superintendente Cleverson Freitas, a chefe da Divisão de Política, Produção e Desenvolvimento Agropecuário (DPDAG), Eloisa Prehs Montrucchio, e o fiscal federal agropecuário Marcelo Bressan. Na Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adapar), a conversa foi com o diretor Manoel Luiz de Azevedo e com o fiscal Marcílio Martins Araújo.

MEIO AMBIENTE, COOPERATIVISMO E LEGISLATIVO

    O representante do sindicato aeroagrícola conversou também com o secretário de Meio ambiente do Estado, Márcio Nunes, e esteve ainda na sede da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep). Ali, o encontro foi com o assessor da Presidência, Carlos Augusto Albuquerque, a analista técnica Elisangeles Souza e o economista Jefrey Klein Albers. Participaram da reunião ainda o analista de Desenvolvimento Técnico da Organização das Cooperativas do Paraná (Sistema Ocepar), Jhony Möller, e o gerente Técnico e Econômico do órgão, Flávio Turra.

    Nas visitas a parlamentares, na Assembleia Legislativa do Estado, Oliveira estava acompanhado dos executivos de Relações Institucionais da Syngenta Tiago Nogueira de Noronha e Sibele Kamphorst. Os três passaram pelos gabinetes dos deputados Cobra Repórter (PSD), Cristina Silvestri (PPS), Delegado Fernando (PSL), Delegado Recalcatti (PSD) e Luiz Fernando Guerra (PSL). Eles também conversaram com o deputado Márcio Pacheco (PDT) e estiveram ainda nos gabinetes de Soldado Adriano José (PV), Tiago Amaral (PSB) e Wilmar Reichembach (PSC).

Na SFA/PR: Oliveira (de paletó preto) com Marcelo Bressan, o superintendente Cleverson Freitas, a Chefe da DPDAG Eloisa Montrucchio e Cezar Pian 

Na Adapar, com o diretor Manoel Luiz de Azevedo e o fiscal Marcílio Martins Araújo

Oliveira e o secretário de Meio Ambiente do Estado, Márcio Nunes

Na Faep: Jhony Möller (Ocepar), Flávio Turra (Ocepar), o assessor da Presidência da Federação, Carlos Augusto Albuquerque, a analista técnica Elisangeles Souza, Oliveira e o economista Jefrey Albers

No Legislativo: com o deputado Cobre Repórter (centro), os executivos da Syngenta Tiago Nogueira e Sibele Kamphorst (extremidades) e a representante da Casa Civil do Estado, Sandra Moya (blusa preta)

Com a deputada Cristina Silvestri

Com o deputado Delegado Fernando (centro)

deputado Delegado Recalcatti

Deputado Luiz Fernando Guerra

Oliveira e o deputado Márcio Pacheco

No gabinete do deputado Soldado Adriano José , o trio foi recebido pelo assessor jurídico Eduardo Krukoski

Com o deputado Tiago Amaral

No gabinete de Wilmar Reichembach, recebidos pelo chefe de Gabinete, Hélcio Beatrici

Fonte: Sindag.org